21/02/2011

Impondo as vontades

A criança não pode ter tudo o que quer.
E papel dos pais impor limites.


Antes de sair de casa, sento com meu filho e converso sobre o que pretendo fazer no passeio e o que pode e não pode.
Tenho em meu conceito que muitos lugares tem que ser evitado a levar crianças, pois acaba sendo uma tortura para eles ter de aceitar um não como resposta.
Infelizmente quando o assunto é criança os preços ficam abusivos.
Mas se não tiver saída, o jeito certo é apelar para negociação, isto é, estipular o quanto ela poderá gastar, se caso passar do valor, a criança deverá abrir mão de alguma outra coisa.
O melhor mesmo é ir aonde sabemos que nossas crianças não passaram vontades, como por exemplo, um parque ao ar livre. Não esquecendo claro de levar uma grana extra para um sorvetinho, algodão doce, pipoquinha, afinal, até nos adultos não resistimos.