20/06/2011

Minhas Semanas (06/06/11 à 19/06/11)

Devido às semanas serem corridas, por causa das provas e da sinusite atacar o Felipe eu não tive muito tempo para postar minhas semanas.
Então, como tudo já está resolvido às provas acabaram e o Felipe está indo bem no tratamento. Obrigada!!!!
Farei um breve resumo dessas duas semanas.
Na primeira semana, foi uma semana que passei fugindo da realidade, me trancando no meu mundo e olhando pela fechadura o lado de fora.
Enquanto eu continuava no meu mundinho, comprei roupas novas, curti dias de chuva e frio dentro de casa, fui à igreja e junto como minha mãe fizemos sequilhos de polvilho. Fazendo essas pequenas coisas eu fui me fortalecendo.
No primeiro fim de semana, assistimos ao filme "Megamente"e li o livro "As férias da Mafalda”, para trabalho de escola do Felipe e por conhecidência gostamos das mesmas tirinhas.
Segunda-feira dia 13 abri a porta para enfrentar a realidade, a vontade era de voltar, mas  fui em frente e enfrentei muitos gigantes.
Fiz prova a semana toda, não tenho ideia se fui bem, somente sei que fiz o melhor!
O Felipe acordou febril e foi diagnosticado: Sinusite.Começamos um tratamento com antibiótico e cada dia ele ficava melhor.
Acabei de ler " A menina que roubava livros."Amei!!!
No sofá da divã, ela foi direto à ferida e falou:"Acorda!Garota!Está e a sua realidade. Independente do que aconteça a vida continua e não deixe de correr atrás dos seus objetivos, porque algo não deu certo”. Sai de lá tonta, quando cai em si, entendi.Que tenho que fazer o melhor que posso.
Finalmente no dia 16/06 a Adriana veio morar conosco. Deus ilumine a sua vinda!
No fim de semana, o Felipe dançou a Festa Junina, quando nós encontrava com a máquina fotográfica abria aquele sorriso de felicidade.
A Flor do meu Jardim passou o fim de semana conosco. Aprendeu a andar de motoca e amou estourar bolinhas de sabão.Muito fofa!
Depois que ela se foi, deixando no ar sua essência, brincamos de queimada e jogamos ludo. O Felipe ganhou!
Deus está sempre enchendo meus bolsos de pedrinhas, assim, vou derrubando os gigantes e levando a vida.