22/02/2015

Pessoas especiais

Sempre vou valorizar a minha parentela, principalmente, as pessoas que mesmo distantes, me apoiaram com palavras de carinho, preocupação e compaixão.
Tenho muito respeito pelas minhas Tias e meus Tios, que sempre abriram as portas das suas casas e me receberam com os braços abertos, me acolheram.
Hoje, minha Tia Marlene, Tia Janice e meu Tio Lázaro vieram aqui em casa.Foi muito bom passar um pouquinho da tarde com todos eles, junto com minha prima Brenda e seu namorado Gui.
Respeitamos o tempo de cada um se encontrar, não guardamos mágoas e nem ressentimentos, por ficarmos muito tempo sem se ver, pois sabemos que no momento certo as portas sempre estarão abertas.
Sinto saudades, do meu saudoso avô Doca e da minha saudosa avó Onofra, quando todos se reuniam e passávamos todos juntos, mas a vida continua e hoje o que nos resta e nunca deixar esse amor parental morrer entre nós e sempre que possível nos fazer presente.
Deus abençoe, guarde e guie a todos que fazem parte da minha família.



Estão presente a Família Machado: Iolanda, Lázaro e Marlene


Foto descontraída, sem cerimônia!


Família do Tio Lazinho: Brenda, Gui e Janice


O papo duraria horas a fio, de tão bom que estava


Família Abençoada!!!


Uma lembrança de uma tarde ensolarada


Pessoas queridas em minha casa


Deus abençoe esta relação: Brenda e Gui



Voltem,  sempre!!!!