04/12/2010

Saudades,da Flor!


Coração aperta quando penso em ti;
Daria qualquer coisa, para te ver por alguns instantes.

Se pudesse neste momento;
Compartilharia as suas gargalhada;

Sem você meu jardim;
E tão sem vida e sem cor."