02/03/2015

O Encouraçado Potemkin


 Filme: O encouraçado Potemkin
Bronenosets Potymkim / Battleship Potemkim
Gênero: Drama - Guerra - História
Ano de lançamento: 1925
Duração: 74 minutos
Classificação: 16 anos
País de origem: Rússia
Direção: Sergei M. Eisentein


Sinopse: Em 1905, na Rússia czarista, aconteceu um levante que pressagiou a Revolução de 1917. Tudo começou no navio de guerra Potemkin, quando os marinheiros estavam cansados de serem maltratados, sendo que até carne estragada lhes era dada, com o médico de bordo insistindo que ela era perfeitamente comestível. Alguns marinheiros se recusam a comer esta carne, então os oficiais do navio ordenam a execução deles. A tensão aumenta e, gradativamente, a situação sai cada vez mais do controle. Logo depois dos gatilhos serem apertados, Vakulinchuk (Aleksandr Antonov), um marinheiro, grita para os soldados e pede para eles pensarem e decidirem se estão com os oficiais ou com os marinheiros. Os soldados hesitam e então abaixam suas armas. Louco de ódio, um oficial tenta agarrar um dos rifles e provoca uma revolta no navio, na qual o marinheiro é morto. Mas isto seria apenas o início de uma grande tragédia.




















Pensamento: 

Continuando com minha meta de assistir filmes bem antigos, hoje foi a vez dessa raridade. Um filme atemporal, onde os fatos não se perde com o tempo.O filme é totalmente Ímpar.
O filme é desumano, por fazer os pobres marinheiros comer carne estragada, gerando uma revolta entre os oficiais, fazendo o ambiente ficar totalmente tenso.Muita desigualdade, entre os oficiais X marinheiros e civis, gerando uma guerra, onde muitos inocentes morreram, tudo por causa de uma "colher de sopa".
As cenas da lona, do garoto sendo pisoteado por uma multidão de pessoas, do desespero da mãe por pedir desesperadamente que civis salvem seu filho e é morta sem nenhuma cerimônia, o carrinho do bebê descendo descontrolado e a cena clássica da escadaria, essas cenas para mim foi marcante, em um filme considerado ótimo.
"Um por todos, todos por um"
Nota: 9,0 - Ótimo - data: 02/03/2015 ás 12hs:35min